Alunos Agredidos Em Escola Em SP, Dizem Ser Ameaçados De Morte Por PM’S

ANÚNCIO

Quatro policiais militares foram retirados da rua Feito com um telefone celular para mostrar agressão a dois alunos, 17 e 18 anos Professor da Escola Estadual Amídio de Baros, no Rio Pequeno, Butentin (oeste de São Paulo).

O caso ocorreu por volta das 20h Terça-feira passada (18).

Em uma declaração à polícia, o diretor de 68 anos Chamado porque 18 anos se recusou a sair classe. Segundo o educador, ele foi desconectado da unidade de ensino. Freqüentemente na aula.

Os alunos estão ensinando pelo segundo ano Durante. O aluno alegou em depoimento que teve um estágio na empresa Às 20:00, não podíamos chegar no início da aula noturna.

A partir das 19h. No entanto, no final do período de estágio, Voltei a estudar. Como ele disse, na segunda-feira ele conseguiu entrar Normalmente na escola. Chute e bata na barriga. Ainda de acordo com o vídeo, o mesmo policial Ele puxa a arma e aponta para os quatro estudantes que estão atrás. mais tarde, Ele ainda dá um soco em um menino de 18 anos com a barriga. Outra tarde.

Em depoimento, a polícia militar aprovou o uso de spray de pimenta Diga ao aluno: “Pare o bloco do aluno avançar Estava seguindo em frente.

PM apontando para a pistola para o aluno Além disso, em testemunho, após o estudante, ele alegou ter puxado uma arma “Mencione” ele armado. Caso é investigado pela 93ª DP (Jagare)

Resposta

A polícia militar disse que os policiais envolvidos no caso Até a conclusão da investigação, ela foi identificada e removida da rua.

 

Confira o Vídeo Completo no Portal G1 e Mais Notícias: Clique Aqui
ANÚNCIO
ANÚNCIO

Yoshi

❤️@srta.lili_lj💍 📊Especialista Em Marketing Digital, Website e Google Adsense 🗣️ Influenciador 🎥YouTuber: +170k Subs 🌵Mombaça - CE, Para o Mundo🌎

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

ANÚNCIO
Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido por direitos Autorais!